Eppendorf µCuvette® G1.0

Eppendorf µCuvette® G1.0
Eppendorf µCuvette® G1.0
Eppendorf µCuvette® G1.0
Eppendorf µCuvette® G1.0
Eppendorf µCuvette® G1.0
Eppendorf µCuvette® G1.0
Eppendorf µCuvette® G1.0
Eppendorf µCuvette® G1.0
Eppendorf µCuvette® G1.0
Eppendorf µCuvette® G1.0
Eppendorf µCuvette® G1.0
Eppendorf µCuvette® G1.0
Eppendorf µCuvette® G1.0
Eppendorf µCuvette® G1.0
Eppendorf µCuvette® G1.0
Visão de 360​​°

A célula de medição Eppendorf µCuvette G1.0 microvolume é uma cubeta de alta qualidade fabricada de alumínio e vidro quartzo. É a ferramenta perfeita para a medição de altas concentrações em volumes reduzidos. Mais informações

Informação do pedido

Informação de produto

A célula de medição em microvolume Eppendorf µCuvette G1.0 é uma cubeta de alta qualidade fabricada em alumínio e vidro de quartzo. É a ferramenta perfeita para a medição de altas concentrações em volumes reduzidos. Com um comprimento óptico fixo de apenas 1  mm, a µCuvette G1.0 tem um caminho curto que é dez vezes inferior que em cubetas padrão. Isso permite a medição de concentrações de ácido nucleico e proteína com alta reprodutibilidade em uma faixa de concentração muito maior sem diluição prévia. Devido ao revestimento hidrofóbico no vidro de quartzo são necessárias apenas amostras de 1,5 µL de ácido nucleico ou 3 µL de proteína para a formação precisa da coluna de líquido. A auto-absorção da µCuvette G1.0 é muito baixa, significando que pode ser utilizado o intervalo de medição completo do fotômetro. Para além disso, 5 µL da solução de amostra pode ser usada para análises específicas fluorométricas, economizando reagentes.

Em geral, quanto menor a concentração de uma amostra, maior deve ser o caminho óptico. O mesmo modelo físico (a lei de Beer-Lambert) afirma, se a concentração de uma amostra é muito elevada, o caminho óptico a usar deve ser reduzido para assegurar que consegue passar luz suficiente através da amostra para chegar ao detector. Nas medições de microvolumes são recomendados feixes de luz iguais ou inferiores a 1 mm para concentrações superiores a 25 ng/µL dsDNA. Se não tem a certeza que cubeta é a melhor solução para sua amostra, visite nosso resumo "Sobre detecção" e verifique no Cuvette Navigator. Note que os BioSpectrometers e BioPhotometers acomodam cubetas padrão e a µCuvette G1.0. Assim, a Eppendorf proporciona flexibilidade na escolha do caminho óptico para detectar uma ampla variedade de concentrações de amostras!

A determinação da concentração através do fator de extinção e do comprimento do feixe de luz é normalmente realizada em um formato de cubeta. No caso de cubetas padrão, o comprimento do feixe é determinado pela largura da cubeta, porque o feixe de luz viaja na horizontal através da cubeta. Ao usar a µCuvette G1.0, a distância entre as partes superior e inferior da cubeta determinam o comprimento do feixe. Assim, as medições e cálculos podem ser realizados de forma idêntica aos de cubetas padrão. Uma vez configurados nos parâmetros, o software usa automaticamente o comprimento de feixe de luz correto para o cálculo de concentrações. O ângulo definido para a abertura e fecho da cubeta permite a manipulação fácil e reprodutível. Além disso, o revestimento hidrofóbico da superfície no vidro de quartzo garante fácil limpeza, posicionamento preciso da amostra e formação estável da coluna de líquido.

Eppendorf µCuvette® G1.0

Easy loading


The Eppendorf µCuvette_G1.0 can easily filled by pipetting the sample solution into the circle.

Eppendorf µCuvette® G1.0

Características

  • Célula de medição em microvolume para a medição de volumes de amostra de 1,5 – 10 µL
  • Determinação da concentração de ácidos nucleicos, proteínas e outras análises
  • Medição de amostras altamente concentradas sem diluição prévia
  • Apropriada para análises de fluorescência
  • Baixa auto-absorção (≤0,05 A a 260 nm)
  • Revestimento com superfície hidrofóbica em vidro de quartzo para formação e posicionamento preciso do volume da amostra
  • Limpeza fácil para reduzir o risco de contaminação da amostra
  • Um ângulo definido para dobrar os lados das cubetas garante uma manipulação reprodutível
  • Design de um componente articulado, evita perdas de peças individuais
  • Disponível exclusivamente para uso com Eppendorf BioPhotometer e Eppendorf BioSpectrometer
 Eppendorf µCuvette® G1.0
600 métodos DOnão
Altura da fonte de luz8.5 mm
Amostra do comprimento do feixe de luz1 mm
Faixa de concentração de BSA (UV 280 nm)758 ng/µL – 45,450 ng/µL
Materialvidro de quartzo (com revestimento hidrofóbico)
Medições de fluorescênciasim
Regulagem de temperaturanão
Testes de proteína colorimétricasim
Transmissão de luz180 nm – 2.000 nm
Uso no Eppendorf BioPhotometer®sim
Uso no Eppendorf BioSpectrometer®sim
Valor em branco da cubeta≤0,05 A a 260 nm
Volume de enchimento máximo10 µL
faixa de concentração de dsDNA (UV 260 nm)25 ng/µL – 1.500 ng/µL
Dimensões (W × D × H)12,5 × 12,5 × 48 mm
Volume de enchimento mínimo 
em fotômetros Eppendorf1.5 µL
Eppendorf µCuvette® G1.0
Vídeo: Eppendorf µCuvette® G1.0 – Vídeo – Eppendorf BioSpectrometer fluorescence

Poderá estar interessado em